SAMU Nossa Cidade
Publicado em 22/11/2016 às 14:11

Samu começa a operar em Taubaté e região

22/11/2016 - 31/12/2016

A partir de 24 de novembro começam as atividades do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) em Taubaté e mais oito cidades da região. A cerimônia de início do serviço acontece às 10h na sede regional do Samu, ao lado da base do Corpo de Bombeiros no distrito do Quiririm.

Além da sede, Taubaté também contará com quatro bases de apoio. Cada cidade terá sua própria base e unidades de apoio conforme o número de habitantes. Integram o Cisamu (Consórcio Intermunicipal do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) as cidades de Taubaté, Campos do Jordão, Tremembé, Pindamonhangaba, Santo Antônio do Pinhal, Lagoinha, Redenção da Serra, Natividade da Serra e São Luiz do Paraitinga.

A frota regional do Cisamu é composta por 16 ambulâncias e o consórcio aguarda o envio de mais três veículos pelo Governo Federal.

A operação do Samu fica a cargo do Iesp (Instituto Esperança), vencedor da licitação promovida pelo consórcio. Entre os dias 28 de outubro e 12 de novembro ocorreu o processo seletivo para os candidatos interessados em trabalhar no serviço. Foram selecionados profissionais para 18 cargos, entre eles o de médico, enfermeiro e condutor de veículos de urgência.

O serviço de resgate e transporte de paciente será feito por meio de ligações ao telefone 192. Um sistema permite o redirecionamento das ligações para a central instalada em Taubaté. Ao receber a ligação, um atendente fará a triagem inicial e a encaminhará para o médico regulador. Dependendo da gravidade do caso será enviada uma ambulância de resgate ou um veículo com UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

De acordo com o fluxo de encaminhamentos definido pelo Cisamu, emergências de ordem clínica serão encaminhadas às unidades de Pronto-Socorro dos municípios ou de Taubaté. Casos mais graves, como traumas, por exemplo, seguem direto para o Hospital Regional do Vale do Paraíba ou Hospital Universitário.

A população deve colaborar e acionar o 192 somente em casos de emergência, observando as características da ocorrência (confira tabela com as diferenças entre o serviço 192 e 193). O Cisamu também alerta para o risco dos trotes que podem congestionar os ramais e prejudicar o atendimento à população.

sos

Faça um Comentário